FÉRIAS NO ALGARVE – UM GUIA DO PARAÍSO EM PORTUGAL

Se você está planejando visitar Portugal para descansar, o destino mais concorrido seguramente fica ao sul. Ao longo de todo o ano, milhares de turistas planejam suas férias no Algarve, essa porção do paraíso em Portugal.

Conheça um pouco deste pedaço mediterrânico das terras lusitanas.

Algarve – onde fica?

 

mapa da costa algarvia
Mapa do sul de Portugal destacando a região do Algarve

A região conhecida como Algarve fica no extremo sul de Portugal. Apesar de, tecnicamente, não ser banhada pelo Mar Mediterrâneo (que acaba no Estreito de Gibraltar), o seu clima é o temperado mediterrânico, caracterizado por invernos curtos e amenos e verões longos, quentes e secos. Tem mais dias de sol do que qualquer outro lugar na Europa, com 3.300 horas de luz solar por ano. É uma das regiões mais ricas de Portugal e a mais visitada pelos turistas anualmente.

Pudera! As praias do Algarve são de tirar o fôlego. Assim como sua gastronomia e cultura regional. É seguramente o meu lugar escolhido para viver depois da aposentadoria. O meu e o de muitos estrangeiros, que nos últimos anos estão aquecendo o mercado imobiliário da região Algarvia. Confira os motivos pelos quais cada vez mais e mais pessoas planejam suas férias no Algarve:

Algarve – pontos de interesse

 

férias no Algarve - melhores praias
Parte da Praia de Dona Ana – Lagos

É difícil escolher o que existe de melhor. São tantas atrações, tanta variedade, que é fácil se perder. Abaixo eu fiz uma seleção das maiores cidades do Algarve e das praias mais famosas do Algarve, mas para cobrir tudo o que a região proporciona, este pequeno guia teria que virar um livro.

Para quem adora praia, elas são de fato um grande atrativo. São o ponto alto da região algarvia, e é difícil eleger a favorita. Marcadas pelas águas de temperatura amena, grandes falésias e o azul infinito característico das regiões mediterrânicas, todas elas têm paisagens que parecem saídas de um catálogo de turismo. Para quem gosta de cidade, o Algarve é recheado de cidades históricas e de muitos atrativos como shows e museus. Para quem gosta de campo, tem parques naturais lindíssimos.

Este pequeno guia tem como objetivo ajudar você a planejar suas férias no Algarve, apresentando alguns pontos altos da região.

Quais são as melhores praias do Algarve?

 

mapa da região do algarve em Portugal
Mapa do Algarve

O que não falta no Algarve é praia. Existe a costa mediterrânica algarvia, voltada para o Sul, e a Costa Vicentina algarvia, voltada para o Oeste. Vamos aqui fazer um pequeno roteiro com as mais conhecidas, dividindo por cidades.

Faro

Vista aérea da cidade de Faro mostrando a Marina de Vilamoura

 

cidades Algarve
Ilhas barreira da Ria Formosa

Faro é a maior cidade do Algarve, e também o principal portão de entrada para a região. O aeroporto de Faro é a terceira maior entrada externa Portugal, seguindo o de Lisboa e o do Porto, o que faz da cidade uma das mais cosmopolitas do país. É ainda uma importante porta de entrada para a Andaluzia espanhola, por estar mais próximo que o aeroporto de Sevilha.

A cidade é marcada por muita história. Já esteve sob domínio árabe e espanhol. Já apresentou uma enorme população de judeus, que foram banidos oficialmente em 1496 de todo o território Português. Enfim, já viveu um sem fim de acontecimentos marcados por guerras e muitas construções históricas.

Isso tudo se reflete na arquitetura e no desenho da cidade. Faro tem igrejas (como a Catedral Gótica Sé de Faro, O Convento de Nossa Senhora da Assunção e a Igreja da Ordem Terceira de São Francisco), tem construções arabescas, tem ruínas da antigas muralhas medievais.

E como toda cidade cosmopolita, é cheia de atrações turísticas e culturais, como o Museu Arqueológico e Lapidar Infante D. Henrique / Museu Municipal de Faro e o FolkFaro (Folclore internacional da Cidade de Faro) – uma das maiores feiras folclóricas da Europa.

Também é a sede de uma das principais Universidades de Portugal, a Universidade do Algarve.

Além da parte urbana, possui belezas naturais exuberantes, sendo bem conhecidas as ilhas que formam a Ria Formosa. O Parque Natural da Ria Formosa é uma área ambiental protegida que oferece visitas guiadas e as ilhas da barreira podem ser visitadas e proporcionam atividades como pesca e passeios de barco.

Portimão

cidades do Algarve
Praia da Rocha – Portimão

É a segunda maior cidade do Algarve e um dos núcleos comerciais mais importantes. Antes também o maior centro de pesca, foi sueprada por Olhão, e acabou se fortalecendo como destino turístico. Sua principal praia, a Praia da Rocha, é das praias mais famosas do Algarve,ou mesmo de Portugal. Apesar de ser bastante grande, não raro fica lotada de pessoas durante o verão. Junto à praia existem muitos bares e restaurantes que funcionam tanto de dia como de noite.

Albufeira

cidades Algarve
Praia de São Rafael – Albufeira

 

cidaddes Algarve
Praia da Falésia – Albufeira

No passado, Albufeira era uma pacífica aldeia de pescadores. Por isso, ainda é possível ver vários amontoados de casinhas brancas em suas ruelas estreitas e antigas, principalmente na Cidade Velha.

A parte mais moderna, bastante explorada turisticamente, é cheia de bares e restaurantes e tem uma vida noturna muito intensa durante os meses de verão. Suas praias são bastaste visitadas principalmente na alta temporada (de junho a setembro). Sua principais praias: Praia de São Rafael, Praia de Santa Eulália, Praia dos Pescadores, Praia dos Penedos e muitas outras que podem ser consultadas neste mapa interativo!

Lagos e Lagoa

Lagos é uma cidade de cerca de 18.000 habitantes, de centro histórico todo formado de ruas pedonais (ruas onde não passam carros) e que vive da indústria do turismo. Lagoa é ainda menor, tem cerca de 6000 habitantes. As duas têm boa oferta vida de bares, restaurantes e vida noturna nos meses de verão, mas o ponto alto das duas cidades é definitivamente a qualidade e a beleza de suas praias. Confira algumas abaixo:

  • Praia de Benagil e Praia da Marinha – Lagoa

praias algarve
Gruta algar “Catedral” – Benagil

 

praias Algarve
Praia da Marinha – Lagos

Foi sem dúvida a praia que eu mais gostei, e por isso vou dar algum destaque. Mas aviso que a escolha foi difícil! O diferencial para mim foi o passeio pelas Grutas de Benagil. Tudo é de tirar o fôlego: a cor da água, a cor das falésias e finalmente as grutas, formadas neuralmente pela erosão marinha e que podem ser visitadas de barco ou por trilhas por cima das falésias. Creio que esta praia mereceria um post apenas para falar sobre as grutas, mas ir ao Algarve e voltar sem ver as grutas é como ir à Paris e não ver a torre, na minha modesta opinião.

A imagem da gruta algar está entre as mais compartilhadas do mundo, mas impressionam também as falésias com formato de elefante e de gorila, na vizinha Praia da Marinha, atrações que também são muito famosas e que fazem parte do conjunto de formações da praia.

Pode-se percorrer as praias a pé, pelas trilhas por cima das falésias, ou contratar um passeio de barco (entre 15 a 20 Euros por pessoa) que em uma hora percorre as principais grutas. Eu achei que valeu muito a pena o dinheiro investido.

  • Praia de Dona Ana e Praia do Carvoeiro – Lagoa

praias Algarve
Praia da Dona Ana

 

Praia do Carvoeiro – Lagoa

São duas praias também famosas pela temperatura e cor da água, que é de uma transparência incrível. Além disso, a pequena Vila de Carvoeiro acrescenta um charme, dando à também pequena praia um ar bastante aconchegante.

Costa Vicentina Algarvia

Praia de Odeceixe- Aljezur

prais algarve
Praia de Odeceixe – Aljezur
Esta praia foi eleita, em 2012, como uma das sete maravilhas de Portugal. Possui uma grande extensão de areia, cercada por uma ribeira, a Ribeira do Seixe. Além da beleza, é bastante agradável para banho e durante a maré baixa é possível caminhar mar adentro a pé por muitos metros. Além disso apresenta excelentes condições para canoagem e passeios de barco. Juntamente com a Praia da Bordadeira, forma o eixo mais visitado na Costa Vicentina, ou seja, a porção do Algarve virada para o Oeste.

Como é a gastronomia no Algarve?

 

férias no Algarve - comida típica
Cataplana Algarvia

Culinária Mediterrânica Algarvia

A culinária mediterrânica (Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade) já é famosa pela sua diversidade e pelo uso dos frutos do mar, frutos secos, azeite, azeitona, legumes, tomate e trigo. Mas no Algarve ela ganha contornos especiais. Tem até uma exposição dedicada a ela Museu Municipal de Tavira. Faz parte da cultura local e a região é cheia de escolas de gastronomia, workshops e livros que tratam do assunto.

De minha parte, selecionei algumas comidas típicas que eu acho que valem MUITO a pena!

Cataplana Algarvia

Cataplana de mariscos. Foto: Restaurante Polvo & Companhia. Santa Luzia

Rigorosamente falando, cataplana é o nome do tipo de “panela”. Ela tem formato similar ao de uma concha, se fecha para cozimento no vapor, e é típica de Portugal. As origens são um pouco desconhecidas, mas provavelmente tem origem árabe, como muito do que existe no Algarve. Há muitas décadas, as cataplanas de cobre começaram a ser produzidas na região pelos antigos mestres caldeireiros, que eram artesãos do cobre. Pode-se comprar cataplanas de cobre no Algarve, ainda artesanais, a preços que começam na casa dos 200 Euros.

Mas, caminhando-se pelos restaurantes das praias e cidades, a diversidade de pratos preparados nas cataplanas é espetacular! Cataplanas de mariscos, legumes, carnes, peixe, hummmmm…. Não tem como perder! Acompanhada do tradicional vinho verde português, então…

Peixes e frutos do mar

Paella de polvo, camarão e mariscos. Foto: Restaurante Polvo & Companhia.

Além da forma de preparo nas cataplanas, existe uma infinidade de pratos à base de peixe e frutos do mar. Um dos exemplos são as tradicionais paellas, que levam arroz, alguns legumes e frutos do mar. Podem ser preparadas à moda espanhola, mas existem várias formas de apresentação.

Além delas, há as caldeiradas de peixe, as mariscadas, feijoada de gambas, arroz de mariscos, arroz de polvo, sapateiras (no Brasil chamadas de antas, uma prima dos carangueijos), choquinhos com tinta (são sépias, que libertam uma tinta escura que tempera vários pratos. Pode-se inclusive preparar massas e arroz com esta tinta), enfim…. Não há como descrever toda a diversidade num único post, mas seguramente você vai se surpreender.

Alfarroba

Bolo de alfarroba

As alfarrobeiras são árvores nativas da região do mediterrâneo que produzem uma vagem semelhante ao feijão (a alfarroba). É de cor marrom e quando triturada produz uma farinha que tem sabor igual ao do… cacau! Isso mesmo! Eu amo farinha de alfarroba! Se ninguém avisar que não é cacau, não dá nem para perceber.

E é claro que no Algarve ela entra na composição de inúmeros bolos, tortas e doces. Eu acho difícil você conseguir sair ileso. Tem barras de chocolate, chocolate quente, cookies, bolachas, bolas-de-berlim (o que no Brasil nós chamamos “sonho”), panquecas, e uma infinidade de outros produtos à base de alfarroba, além dos mercados locais oferecerem para compra a própria farinha ou a vagem! Cada pastelaria (o que nós chamamos no Brasil de padaria ou confeitaria) tem o seu carro chefe!

Frutos secos

Eles merecem até feiras especiais para eles, como a que acontece anualmente em Alcantarilha, na cidade de Silves. Uma variedade enorme: castanhas, nozes, figos, tâmaras, uvas, ameixas, maçã, pera, citrinos! Eles são vendidos nas feiras mas também entram na composição de um sem número de pratos. Já imaginou uma torta de alfarroba com nozes pecãs? No Algarve tem! Bolo de figos secos? Tem também.

Vinhos

Vinhos Algarvios

Pois é, além de tudo o Algarve inda produz vinhos! Existem quatro Denominações de Origem na região (Lagoa, Lagos, Portimão e Tavira), mas a maior parte do vinho é vendido sob a designação de Vinho Algarvio. Há as castas tradicionais e nos últimos anos a Syrah tem feito muito sucesso. Se você gosta muito de vinhos, como eu, pode saber todos os detalhes da produção Algarvia no site da Comissão Vitivinícola do Algarve.

Mas deixo aqui algumas orientações sobre duas vinícolas bastante conhecidas e bem conceituadas

A Quinta do Francês, em Silves, oferece visitas guiadas que incluem degustação e uma vista espetacular sobre as colinas de Silves. Tem vinhos premiados a preços bastante honestos.

A Quinta dos Vales, em Estômbar, é uma vinícola, uma hospedaria, uma galeria de arte e um espaço para eventos, ao mesmo tempo. Oferece visita guiada, vinhos a preços honestos e o site tem uma loja virtual integrada, onde é possível comprar vinho e também peças de arte.

 Alguns Festivais Gastronômicos

Feira dos Enchidos de Monchique. Foto: Martyna Mazurek

Porco no forno de lenha, feijoada com enchidos, bochechas de porco preto, cozido com enchidos, assado de cabrito com ameixas, bolo de tacho, pudim de mel, doce de alfarroba, melosa, e medronho entre muitas outras sugestões.

Mostra temática que promove a gastronomia nacional e conta com a presença de uma dúzia de restaurantes típicos, do Minho ao Algarve. Integra ainda uma feira de artesanato e animação ao vivo.

À doçaria regional, confecionada sobretudo à base de amêndoa e figo, juntam-se os produtos regionais, o artesanato e a animação musical.

Os apreciadores podem apreciar uma sardinhada com todos os ingredientes: pão caseiro, salada de pimentos e batatas cozidas com casca e petiscos variados, como pão com chouriço, queijos e enchidos, gelados e doçaria regional.

Os mariscos apresentados na sua grande variedade e cozinhados de forma tradicional, a doçaria regional, o artesanato e os espectáculos preenchem um cartaz turístico por excelência.

Qual a melhor época para planejar férias no Algarve?

 

férias no Algarve
Festa na praia da Falésia em Albufeira

Bom, como provavelmente já ficou claro neste guia, o verão é a época mais badalada. Mas, atenção! Isso significa que a região realmente vai estar CHEIA de turistas! Então se você é do tipo que gosta muito de lugares cheios, é diversão garantida em todos os festivais, praias e concertos. Mas se você prefere algo mais sossegado e ainda assim gosta de calor, escolha algo entre Maio e Junho. Junho para mim é ideal. Nem muito cheio, nem muito vazio, os preços ainda estão mais razoáveis e o calor já está sensacional! As suas férias no Algarve podem ficar muito mais interessantes se você tiver um pouco de flexibilidade.

O que visitar no Algarve no Inverno

O golf, o surf e os passeios ecológicos estão entre as atrações preferidas no inverno, pois o movimento fica muito mais reduzido. Mas o inverno no Algarve é excelente para fugir dos invernos rigorosos de outras regiões da Europa, pois é muito mais ameno.

Campos de golfe

 

Campo de Golfe Vale do Lobo. Foto: Vale do Lobo

É uma das atividades preferidas dos turistas estrangeiros que planejam suas férias no Algarve. Os campos de golfe alcançam a casa das quatro dezenas, espalhadas por toda a região, sendo que a maior concentração está na região de Albufeira e Loulé

Onde jogar Golfe

Vale da Pinta – Lagoa. Recebe o European Seniors Tour Qualifying Final. É dos melhores campos de golfe no Algarve.

Clube de Golfo Vale do Lobo: Vale do Lobo é o maior empreendimento turísticos de luxo de Portugal. É ao mesmo tempo um resort, clube de golfe e também opera na área de empreendimentos imobiliários.

 Como chegar?

Algarve como chegar
Aeroporto de Faro

Avião – Aeroporto Internacional de Faro

Seguramente a maneira mais fácil de chegar a partir de qualquer ponto do estrangeiro ou mesmo a partir das cidades de Porto e Lisboa. São duas a três horas de voo a partir das principais capitais Europeias. A companhia portuguesa que opera voos para a região é a TAP, que conta com serviços diários que conectam Faro ao Porto e Lisboa. Durante o inverno, o número de voos para Faro se reduz a partir de muitos destinos. É preciso checar com antecedência.

Carro

A partir da Espanha: partindo de Estremadura até atravessar a fronteira de Badajoz. Também se chega com facilidade partindo de Tuy em Pontevedra, de Fuentes de Oñoro, em Zamora, de Cidade Rodrigo em Salamanca ou de Ayamonte, em Huelva. O autoestrada Ayamonte- Huelva na Espanha conecta Córdoba, Sevilha e Madri com o Algarve. Do Aeroporto de Sevilha, Faro é facilmente alcançável em duas horas de carro.

Lisboa: Autoestrada A2 (com pedágios, 2.5 horas de viagem) ou o IC1 (grátis, mas o tempo se estende para 3.5 horas de viagem)

No Algarve, a autoestrada A22 (Via do Infante de Sagres) vai da fronteira com a Espanha até a cidade de Lagos. Desde 2011 possui pedágios que variam de preço conforme a distância e sào cobrados eletronicamente. A Estrada Nacional 125, paralela à A22, tornou-se então bastante movimentada, por ser gratuita.

Pedágios (portagens eletrônicas) – meios de pagamento

  • Toll Card: Trata-se de um cartão pré-pago, com valores entre € 5 e € 40. O cartão é válido por um ano e  tem de ser ativado através de um SMS com a indicação da placa.
  • Toll Service: É um título pré-pago com um custo fixo de €20 e limitado a três dias de uso
  • Easy Toll: Pagamento automático com cartão de crédito (Visa ou Mastercard).
  • Via Verde Visitors: Dispositivo eletrônico instalado no carro (disponível para locação).

Comboio (Trem) – Comboios de Portugal

A CP (Comboios de Portugal) é a empresa resposável pelas viagens de comboio. Há trens saindo de Lisboa (Estação de Santa Apolônia) e do Porto (Estação de São Bento) com destino a Faro, e os preços variam com o horário e com a época do ano, mas podem ser consultados diretamente no site da empresa. Existem os trens chamados de Alfa Pendular, que são viagens mais rápidas que as tradicionais (em geral também um pouco mais caras).

A partir da Espanha (Madri) , a CP e a Renfe (a operadora espanhola de trens) operam linhas chamadas de Lusitânia, cujo mapa com as conexões pode ser consultado aqui.

Ônibus

Existe uma rede de rotas de ônibus (autocarros) partindo de Lisboa, Porto e outras cidades conectando toda a região do Algarve. A empresa responsável se chama Rede Nacional de Expressos. Os horário, preços e itinerários podem ser consultados diretamente no site da empresa.

E você, o que achou do post? Há algo sobe o Agarve que você gostaria de saber e que não encontrou aqui? Ficou com vontade de visitar? Só comentar aqui em baixo!

Deixe aqui o seu comentário