Cabo Polônio: um paraíso curioso escondido no Uruguai

Você já ouviu falar em Cabo Polônio? Esse paraíso escondido, que fica no Uruguai, a 300 quilômetros da capital Montevidéu, certamente vai te surpreender por tudo que pode proporcionar caso você decida ir para lá.

O local abriga cerca de 60 moradores fixos, mas recebe centenas de turistas, especialmente durante o verão.

Cabo Polônio (google)

Chegando em Cabo Polônio

Depois de um trajeto que pode demorar cerca de cinco horas, o viajante precisa comprar uma passagem para os veículos 4×4, os únicos autorizados a subirem as dunas de acesso.

Essa região é responsável por naufrágios devido a força das águas por ali. Inclusive o nome do local é uma homenagem a Joseph Polloni, capitão de um barco que naufragou na região. Dependendo do nível da maré é até possível ver os naufrágios na areia.

:: Cidades em que o pôr do sol é uma atração à parte

Mas, se você quiser visitar o local, não se assuste. Muitas atrações podem ser encontradas para você aproveitar a região. Você pode conhecer a maior concentração de leões-marinhos do mundo, caminhar por quilômetros e mais quilômetros de praia deserta e conhecer as dunas móveis. E, claro, entrar no mar se o tempo estiver propício para isso.

Essa é uma alternativa muito boa se você gosta de dar um mergulho, mas não é a única opção de passeio por Cabo Polônio.

Cabo Polônio 2 (google)

Para aproveitar a noite

Chegando a noite, você também pode ver atrações caso consiga passar a noite lá. Como não tem energia elétrica, a única iluminação artificial de Cabo Polônio é a luz do farol que fica localizado entre as praias Norte e Sul.

Enquanto anoitece, a península fica em completa escuridão por 12 segundos, tempo que a luz do farol demora para dar uma volta completa.

A gastronomia é muito boa na região, mas não muito barata. Então, fique atento a isso e se quiser leve alguma comida na mochila durante o passeio.

cabo polonio noite

E também não deixe de ir até o topo do farol para contemplar a vista, um dos excelentes atrativos desse passeio. Para chegar até lá não é tão fácil, já que é necessário subir uma escadaria de 132 degraus com muito cuidado.

Durante esse trajeto, você terá a melhor oportunidade de ver de perto os leões-marinhos que ficam deitados nas pedras tomando um sol.

:: Roteiro do vinho: as vinícolas mais famosas da América do Sul

Conhecer Cabo Polônio é uma aventura diferente da maioria das viagens, pois além de ser um local bem afastado, também conta com algumas peculiaridades, como o fato de não ter energia elétrica.

Nada que seja um problema para quem é aventureiro e gosta de conhecer verdadeiros paraísos escondidos pelo mundo. Esse destino no Uruguai certamente é uma boa pedida para você aproveitar um passeio diferente.

Deixe aqui o seu comentário