CARTAS EM TRÂNSITO: DE UMA MOCHILEIRA PRA VOCÊ

Israel, 21 de março de 2017

Querido você,

A primeira coisa que você deve saber de mim é que estou em trânsito. A gente não se conhece e talvez nunca nos encontraremos pessoalmente, nunca dividiremos uma cerveja gelada ou bateremos papo em um hostel em qualquer lugar do mundo. Mas a esta altura da minha vida, começo a entender que em um mundo novo precisamos (re)inventar novas maneiras de se relacionar.

Passagem do Cartas em Trânsito pela Alemanha
Köln – Alemanha

Permita-me que me apresente, meu nome é Nay Girelli e essa aqui é minha mais nova coluna, uma extensão do meu projeto que se chama Cartas em Trânsito. O Cartas foi a maneira que encontrei de dizer que a vida que me era dada já não bastava, que ás vezes a universidade e relacionamentos estáveis não são partes de uma equação de realização.

 

Um belo dia fiz minha mochila e fui sem um prazo para

Passagem do Cartas em Trânsito pela Inglaterra
Em algum pub de Londres

voltar…

E nesse novo caminho que escolhi, todos os dias sinto falta do riso frouxo dos meus amigos, de ter uma rotina, de deitar no colinho da minha avó que já está tão velhinha. De entender que quando eu voltar ela pode não estar mais ali pra segurar meu braço, apontar para meu peito e me dar um conselho que nunca vou usar. Ela sabe e isso nunca a impediu. Lidar com a ausência na estrada é uma relação sólida e instável: há dias melhores que outros.

 

No entanto, faz algum tempo que decidi que não tenho que dizer adeus…

Ao menos não para as coisas que amo e, ao invés disso, porque não me despedir das coisas que sempre me assombraram, de todas ás vezes que tive meu coração partido, de todos os “não” que a vida insistiu em me dar. Das vezes que que a universidade me fez sentir um lixo por minha escrita não se adequar ao que ela queria ler. Todas as vezes que me senti perdida e a vida se encarregou de potencializar esse sentimento.

Você deve estar achando que estou vivendo um sonho.

Desses que todo mundo alguma vez pensou em realizar, nem que seja uma ideia “salva-vida” no meio de uma situação desesperadora. Pegar a mochila e viajar por 8 meses pela América do Sul. Voltar e pegar a mochila outra vez e estar por 1 ano pela Europa e Oriente Médio.

 

Porém,  meu maior problema foi esse intervalo de 4 meses que, para mim, foi como uma prisão.

Passagem do Cartas em Trânsito pela Alemanha
Muro de Berlim – Alemanha

Eu não sinto que pertença mais aquele espaço tão limitado do mundo e de uma maneira que não sei explicar, cada lugar que passei em algum momento o sentia como um lar. Tive essa sensação hoje em Israel enquanto aqui no hostel cozinhava e conversava com pessoas da Polônia, Rússia, China, Holanda, Equador, Suíça e EUA. Aprendi a fazer da diversidade minha rotina e ainda não sei como lidar com a burocracia de uma vida que cria raízes. Talvez estou perdidamente localizada na Terra do Nunca e seja somente mais uma garota perdida.

Meus amigos antes perguntavam como eu estava, depois onde eu estava. Agora me perguntam quando eu vou voltar porque faz muito tempo que estou na estrada. Começo a perceber que alguns já entenderam que não tenho planos de retornar num futuro próximo e meu maior medo é de eles pararem de me chamar inbox e eu ser mais uma postagem que merece um like e um comentário superficial nos meus posts no facebook.

 

Passagem do Cartas em Trânsito pela Holanda
Amsterdã – Holanda

 

Assim esse mesmo caminho que me levou pra terras e costumes tão diferentes, que me trouxe pessoas incríveis é o mesmo caminho que me aprisiona sozinha em um mundo tão grande. Talvez seja por isso que te escrevo, para fazer de você, leitor dessas cartas-desabafos, meu propósito. Que a solidão faz parte do preço que pago para ajudar você a entender que o mundo é grande e temos tantas possibilidades. Talvez o nosso encontro ao final de cada texto seja minha maneira de entender que não estou tão só.

Posso continuar te escrevendo?

Com amor, Nay.

 

 

Deixe aqui o seu comentário

10 Passos para realizar a viagem dos seus sonhos

Quer Aprender a Viajar de Forma Mais Barata e Mais Inteligente? Baixe Nosso Ebook GRATUITO

Somos totalmente contra SPAM

10 Passos para realizar a viagem dos seus sonhos

Quer Aprender a Viajar de Forma Mais Barata e Mais Inteligente? Baixe Nosso Ebook GRATUITO

Somos totalmente contra SPAM