Conheça o museu que conta a história da imigração sueca, em Farroupilha

Lugares interessantes para visitar pelo interior do Brasil certamente não faltam. São opções para os mais variados gostos, desde esportes radicais, praias paradisíacas, parques ou locais com natureza em destaque. Mas o que também se destaca quando se fala em turismo pelo interior são os locais históricos.

Destinos que nos lembram do passado, de como tudo começou e de diferentes culturas tem presença forte, especialmente no interior de cada estado. São esses locais que contam um pouco mais sobre o que aconteceu há muito tempo atrás e preservam a história viva até hoje para os mais jovens conhecerem.

museu sueco

E um desses destinos muito interessantes pelo nosso país é o Museu Sueco, que fica em Farroupilha, no interior do Rio Grande do Sul.

A região com cultura muito forte especialmente italiana e alemã, por conta da imigração de pessoas desses países no passado, também teve imigrantes suecos que vieram para o Rio Grande do Sul em busca de novas oportunidades. O que pouca gente sabe, já que a maioria acredita que somente italianos e alemães imigraram para o estado.

Os primeiros suecos chegaram em terras gaúchas há pouco mais de 100 anos, por volta de 1890. No início escolheram a serra, mas hoje já estão espalhados por outras partes. Mas o museu acabou ficando na serra pela representatividade. O ponto fica na Linha Jansen, distrito da cidade de Farroupilha, quase na divisa com a cidade de Bento Gonçalves.

Para chegar até lá é necessário andar um pouco por estrada de chão, mas a estrada não está nas piores condições. O Svenska Kulturhuset, nome do museu, funciona nos finais de semana para visitação.

:: As históricas ruínas de São Miguel, no Rio Grande do Sul

Dentro dele é possível encontrar fotos antigas e objetos que estão em exposição e marcam a chegada desses imigrantes para a região. No porão, inclusive, existe a reprodução de uma antiga fábrica de linho artesanal, com materiais utilizados pelos antigos imigrantes.

Tudo é muito bonito e bem preservado, mantendo condições para servir como um local turístico e que atrai visitantes curiosos em saber um pouco mais sobre a imigração sueca. O local ainda é pouco conhecido, inclusive na região onde ele fica, mas cada vez mais tem recebido incentivos e divulgação e mais pessoas estão indo visitar esse interessante ponto turístico.

museu sueco

O interessante é que o Museu Sueco fica em uma região com ótima gastronomia. Além das refeições típicas italianas para provar em Farroupilha e Bento Gonçalves, também há os vinhos e espumantes feitos pela região e que são comercializados para o mundo inteiro. Uma ótima opção para provar depois de fazer o passeio para o museu e conhecer um pouco mais de sua história.

:: Templo Khadro Ling: uma parte do Tibete no Rio Grande do Sul

Farroupilha fica cerca de 110 km de Porto Alegre e por toda a região você terá boas opções de passeios. Mas aproveite e conheça o Museu Sueco, que guarda histórias do passado e conta um pouco mais sobre os imigrantes que pode ser que você nem sabia que também tinham desembarcado no Brasil no passado. Um passeio com certeza cheio de história.

Deixe aqui o seu comentário