Herceg Novi: um paraíso montenegrino na costa do Mar Adriático

Prizrenska, 24. Foi em busca desse endereço, em uma manhã ensolarada de outono, que tivemos pistas de como seria a nossa estada em Herceg Novi, em Montenegro. Um dos lugares mais acolhedores por onde passamos desde a nossa chegada aos Bálcãs, é também uma das cidades mais jovens da costa do Adriático.

Uma rápida pesquisa na internet mostra que Herceg é conhecida por suas belezas naturais, mas é ainda uma desconhecida na rota dos turistas brasileiros. Entre as cidades de Dubrovnik, na Croácia, e Kotor, um dos principais destinos de Montenegro, esconde-se esse balneário com cerca de 30 mil habitantes. A língua oficial no país é a montenegrina, mas o sérvio, o bósnio, o albanês e o croata são comumente usados pelos moradores.

pedras, mar, montanhas foram paisagem de Herceg
Pedras, mar, montanhas e céu azul formam lindo cenário

Dona de um clima tipicamente mediterrâneo, com verões secos e quentes e invernos suaves, Herceg é um daqueles lugares que você vai com poucas expectativas. E, talvez por esse motivo, é tão surpreendente! A cidade junto às montanhas imponentes que deram nome ao país, encanta pela simplicidade das pessoas, pela diversidade de belezas naturais e pelo charme de suas construções medievais.

casarões de pedras Herceg Novi
Casarões charmosos à beira mar

É muito comum perceber os olhos dos moradores locais que te acompanham, curiosos, durante a caminhada. Rostos desconhecidos, que sorriem timidamente e volta e meia dizem “dobar dan”, como forma de expressar que brasileiros, apesar de incomuns, são bem-vindos.

ruas herceg novi old town
Rua de acesso à área central da cidade

Simples e marcada por conflitos

Desde um bater à porta para oferecer kiwis (aqui eles estão por todos os lados) até o vizinho que estende as mãos com tangerinas quando você passa pela rua. Ser gentil e agradecer é simples até mesmo quando não se fala o idioma. Basta um aceno, um balançar leve de cabeça ou um sorriso. Gestos valiosos para quem está longe do ninho e que mostram a cortesia de um povo marcado por conflitos e pelas inúmeras ocupações de seu território. Há marcas profundas na história e na cultura do povo, deixadas pelos domínios turco, veneziano, austríaco, russo, francês, húngaro, sérvio, croata, esloveno, italiano e alemão ao longo de quase 600 anos.

kiwi é uma fruta facilmente encontrada em herceg novi
Kiwis são comuns na região. Esses são do meu quintal 🙂

O que fazer em Herceg Novi

Por falar em acolhida… não é difícil se divertir nas opções que existem entre o azul do mar e os tons neutros das casas construídas em pedra. Caminhar pela orla, pedalar, alugar cadeiras ou espreguiçadeiras, apreciar os cactos que crescem à beira mar ou curtir a variedade de cafés, bares, restaurantes e comércios locais é uma boa pedida. As praias são sossegadas e incríveis, no mesmo ritmo leve da cidade. Em vez de areias, pedras formam a orla que divide a beleza com as águas em diferentes tons de azul esverdeado. Por esse motivo, o uso de sapatilhas, que podem ser encontradas nas lojinhas da região, é recomendado para proteger os pés.

Restaurantes e bares oferecem boas opções gastronômicas
Restaurantes e bares oferecem boas opções gastronômicas

Existem barcos com saídas diárias para a praia de Zanjice. De lá, é possível chegar até as cavernas azuis – The Blue Cave – onde acontece um fenômeno natural da luz, que faz a água brilhar em intenso tom azul. Para conhecer a região, é aconselhado alugar um carro, mas existem linhas de ônibus que cobrem boa parte do território, inclusive com idas regulares para Dubrovnik e Kotor.

Outra atração imperdível é a Stari Grad (Old Town), um conjunto arquitetônico na parte alta da cidade. Se quiser chegar lá através da praia (eu aconselho!), logo no início da escadaria de acesso, você será brindado com a vista do Forte Mare.

herceg novi forte mare
Forte Mare, na subida para a Old Town

Na sequência, casarões debruçados que embelezam a subida até a torre do relógio, porta de entrada para a praça Trg Herceg Stjepana. Lá, ao lado da Igreja Saint Michael, dá para descansar em um dos charmosos restaurantes e apreciar a vista da Península Lustica.

herceg novi pub old
Vista da escadaria que dá acesso à Old Town

Preços baixos atraem turistas

Mesmo com a recente alta do euro, moeda oficial do país, Herceg Novi oferece boas opções com preços atraentes. Uma refeição pode facilmente ser encontrada por 5 euros, cafés e quitutes locais por 2 euros e as tradicionais pizzas custam 6 euros. Uma caneca de 500 ml de chope não sai por mais de 2 euros e as cervejas também ficam nessa faixa de preço. Os sorvetes são ótimas opções para os dias de calor e se mostram, coloridos e convidativos, em quase todos os bares, cafés e restaurantes por 1,5. Uma acomodação privativa para duas pessoas pode ser encontrada por cerca de 25 euros a diária.

pizzas são encontradas em todos os restaurantes de herceg novi
As pizzas são tradicionais por aqui, assim como o chope e a cerveja

Enfim, Herceg Novi tem tudo que um turista gosta: cenários incríveis, um ritmo sossegado, boas opções gastronômicas, povo hospitaleiro e preços que cabem no orçamento de um viajante. Além disso, está geograficamente bem localizada, muito próxima a duas cidades encantadoras na região: Kotor e Dubrovnik. Apesar de eu estar aqui há um mês, recomendo dois ou três dias para apreciar suas atrações. Vale muito a visita!

Deixe aqui o seu comentário