Hostels que trocam trabalho por hospedagem pelo mundo

Com o dólar alto e o Brasil passando por um momento econômico crítico, as pessoas cada vez mais buscam formas econômicas e criativas para viajar, principalmente quando envolve destinos no exterior.

Muitas pessoas não sabem que é possível viajar para vários lugares do país e do mundo sem gastar absolutamente nada com a hospedagem, que sempre toma uma grande parcela do orçamento. Para isso basta se hospedar em hostels que oferecem hospedagem gratuita em troca de trabalho.

Claro que pode não ser muito interessante para você passar as férias trabalhando, mas se você tem espírito aventureiro e quer economizar um pouco, acaba sendo uma boa ideia em uma viagem mais longa. Para facilitar sua busca por um lugar desses, listamos alguns hostels e albergues que oferecem acomodação em troca de trabalho.

Auberge Bishop (Canadá)

Com a obrigação de permanecer no mínimo duas semanas, o viajante que quer se hospedar no local pode realizar tarefas como limpeza, serviço de camareiro e recepcionista. O hostel oferece em troca estadia, café da manhã e uso livre da lavanderia. É necessário conhecimento intermediário em francês e inglês para se candidatar.

auberge bishop

:: Por que o Canadá atrai e tem boas oportunidades para brasileiros?

Ith Big Bear Mountain Adverture Lodge (EUA)

Esse hostel na Califórnia proporciona uma estadia com aventuras e contato com a natureza para quem quer se hospedar nele. As vagas para se candidatar são de organização de guias turísticos, serviços de limpeza, cozinha e recepção. O hostel oferece em troca estadia, uso da lavanderia e duas refeições. Você vai trabalhar 25 horas por semana e terá um dia de folga.

Piratas da Praia (Recife)

No Brasil, Recife é uma boa oportunidade para quem não quer ir muito longe e ao mesmo tempo conhecer um lugar lindo. O viajante pode se candidatar para trabalhar como auxiliar de limpeza, cozinheiro, recepcionista e social media. O albergue oferece em troca acomodação, café da manhã e lavanderia livre com a condição de ficar pelo menos duas semanas. A carga horária semanal é de 30 horas com direito a três dias de folga.

piratas da praia recife

 

Napier Prison Hostel (Nova Zelândia)

Construído em uma prisão desativada, esse hostel na Nova Zelândia atrai turistas do mundo todo. Quem quer se hospedar precisa trabalhar 18 horas por semana e tem direito a um dia de folga, fazendo serviços como limpeza, reparos, recepção e fotografia. Por ser alugado frequentemente para servir de cenário para programas de televisão, viajantes que têm experiência com produção de vídeos também podem aproveitar.

napier prison hostel

:: Nova Zelândia reúne tudo que um viajante adora

Agora não tem mais desculpas para ir viajar sem gastar nada e ainda ter experiências totalmente diferenciadas em hostels, trabalhando em troca da hospedagem. Em todos esses locais você não vai trabalhar e terá tempo para aproveitar a cidade. Então, vale muito a pena ir em um hostel para economizar e até pela experiência diferenciada. Escolha o que mais lhe agrada para ter bons momentos.

Deixe aqui o seu comentário