Incríveis destinos pouco conhecidos – e interessantíssimos – no Brasil

O Brasil é um país incrível e cheio de belezas naturais, destinos turísticos reconhecidos e cartões-postais que deixam qualquer pessoa com vontade de conhecer.

Mas, além dos roteiros tradicionais, feitos com mais frequência pelos viajantes, pelo país também há aqueles lugares pouco conhecidos. Não tão visitados, alguns são impressionantes e merecem da mesma forma a sua atenção. Quer saber sobre alguns deles? Vamos falar nesse texto.

Alter do Chão (PA)

Considerada uma das praias de rio mais bonitas do Brasil, Alter do Chão, no Pará, conta com as águas claras do Rio Tapajós para dar um charme a mais ao local. Distante a mais de 1300 quilômetros da capital Belém e a 35 quilômetros de Santarém, o destino ainda não recebe tantos turistas, mas é muito bonito.

As praias do local, em especial a Ilha do Amor, um braço que se estende água adentro, surgem somente na época de baixa do rio, entre agosto e janeiro.

Alter do Chão (google)

:: Em meio ao verde, o prédio abandonado que virou ponto turístico no Rio de Janeiro

Além disso, você pode aproveitar outras atrações como apreciar o encontro das águas entre os rios Tapajós e Amazonas, conhecer a Floresta Nacional do Tapajós e suas comunidades ribeirinhas e explorar o Lago Verde, que é notório pela mata de igapó, vegetação característica da Amazônia.

Conceição do Ibitipoca (MG)

Pertencente à cidade de Lima Duarte, o distrito de Conceição de Ibitipoca de pouco mais de 1000 habitantes é um destino especial para quem gosta do ecoturismo. Por ser próximo do Parque Estadual do Ibitipoca, cachoeiras, grutas e riachos podem ser conhecidos.

Alguns roteiros interessantes são o Roteiro das Águas, com cinco quilômetros ida e volta, com destaque para a Ponte de Pedra e a Cachoeira do Macaco. Há também o Roteiro Pico do Pião, de 11 quilômetros, onde você pode contemplar grutas e ruínas de uma antiga capela, e o Roteiro Janela do Céu, de 16 quilômetros, onde é possível ver as cachoeiras Janela do Céu e Cachoeirinha, as duas principais do parque.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Barra da Lagoa (SC)

Em Barra da Lagoa, a 20 quilômetros do centro de Florianópolis, fica um lugar lindo que poucas pessoas visitam. Lá é possível conhecer e se banhar em águas que pelo seu tom cristalino são chamadas de piscinas naturais.

Seguindo a partir da ponte pênsil pela Prainha da Lagoa são cerca de 20 minutos de caminhada até chegar nas piscinas naturais, conjunto de pedras onde você pode pular e curtir um excelente banho de mar.

piscinas-barra-da-lagoa-blog-871x373

Praia de Tambaba (PB)

Pode ser que você já tenha ouvido falar desse lugar, só não tenha curiosidade em conhecer e explorar. No litoral sul da Paraíba, cerca de 40 quilômetros de João Pessoa, a praia é conhecida como a primeira praia naturista do nordeste. Então entrar de roupa lá é expressamente proibido.

A praia é dividida em duas partes. Na primeira uma pequena faixa de areia com pedras e piscinas naturais, onde todos devem estar vestidos, e na segunda para a prática naturista, que é protegida por falésias e vegetação densa. É necessário passar por um ponto de fiscalização e se despir para acessar seu trecho mais famoso.

Urubici (SC)

A cidade catarinense conta com várias atrações e mesmo assim é pouco divulgada no cenário turístico. Temperaturas abaixo de zero, geada e neve são comuns no inverno, no município da serra catarinense que fica cerca de 170 quilômetros da capital Florianópolis. Esse já seria um motivo bem interessante para conhecer a cidade, mas não é o único.

Com uma boa quantidade de atrativos naturais, quem gosta desse tipo de passeio vai se encantar pela cidade. Uma visita ao Morro da Igreja, onde é possível avistar a Pedra Furada de seu morro mais alto, a 1822 metros de altitude, é uma atração para ver esse curioso rochedo com um buraco no meio.

urubici

Outra atração muito interessante é a Cascata do Avencal, que conta com 100 metros de queda livre e conta com a prática de esportes como o rapel e a tirolesa. Não dá para deixar de conhecer também a Serra do Corvo Branco, estrada que desce a serra catarinense e em determinado trecho fica ladeada por dois grandes paredões de 90 metros de altura.

Garanhus (PE)

Você pode não acreditar, mas nessa cidade a temperatura pode chegar aos 10 graus no inverno. Sim, em pleno agreste nordestino. Cerca de 230 quilômetros da capital Recife, em Pernambuco, essa cidade é cercada de colinas e fica 840 metros acima do nível do mar, o que justifica seu clima diferenciado na região.

garanhus

Além de passeios comuns como visitar parques e igrejas, na cidade também é possível conhecer o Castelo de João Capão, que foi erguido por um trabalhador que sonhava em morar em uma construção com ares medievais, e ao Povoado de Castainho, comunidade negra remanescente do Quilombo dos Palmares. Olha quanta cultura e como pode ser aproveitado o passeio para essa cidade que provavelmente você nunca ouviu falar.

Poço Azul (MA)

No sul do estado do Maranhão, na região do Parque Nacional da Chapada das Mesas, ficam inúmeras cachoeiras impressionantes que vão fazer valer a pena ter ido até essa cidade. Para você ter uma ideia, os aeroportos mais próximos, que são em Araguaína, no Tocantins, e Imperatriz, no Maranhão, ficam respectivamente a 150 e 215 quilômetros . Mas nada que um tempo de deslocamento não resolva.

:: 5 lugares fantásticos para aventureiros que curtem acampar pelo mundo

De todos os atrativos, o Poço Azul, localizado nas imediações do município de Riachão, é um dos mais interessantes. Trata-se de um complexo formado por cinco cachoeiras. A mais famosa e que dá o nome ao local é uma piscina natural de água azul e incrivelmente cristalina, o que convida para um refrescante banho.

A Cachoeira de Santa Bárbara, com 70 metros de altura, é outra atração que você precisa conhecer nesse complexo. É a mais alta da Chapada das Mesas.

Esses são apenas alguns dos incríveis destinos espalhados pelo nosso país e que poucas pessoas conhecem. Mesmo sendo visitados por turistas, o número não se compara com destinos mais tradicionais.

Mas o motivo é só o pouco conhecimento, já que esses locais não perdem em nada para nenhum destino. Todos eles são interessantes e merecem a visita. Não deixe de conhecer.

Deixe aqui o seu comentário