Li Galli, o maravilhoso arquipélago italiano em forma de golfinho

Formado por três ilhas, este pequeno arquipélago da província de Salerno, entre Positano, na Costa Amalfitana, e a Ilha de Capri, no Mar Tirreno, visto de cima parece um golfinho.

li galli 1

Li Galli, ou os Galos, em português, é atualmente uma propriedade privada e só pode ser visitada a convite. Mas se você não tem a sorte de ser amigo do empresário Giovanni Russo, não se desespere, pois poderá admirá-la durante um passeio de barco.

li galli 3

Três ilhas formam o arquipélago: Gallo Lungo, La Rotonda e La Castelluccia (ou Dei Briganti). Encontram-se em uma área de preservação marinha chamada Punta Campanella ou Le Sirenuse, como é mais conhecida, pois dizem os antigos que outrora as sereias ali habitavam enfeitiçando os marinheiros com seu canto para jogar os barcos contra os rochedos.

Conta a lenda que os únicos a escaparem desse triste fim, foram os heróis da mitologia grega Os Argonautas e Ulisses, da Odisseia de Homero, que ao voltar da Guerra de Tróia, não querendo abrir mão de ouvir o canto das sereias, mas sabendo do perigo que corria a sua tripulação, tapou os ouvidos dos seus marinheiros com cera e pediu que o amarrassem ao mastro do navio, de forma que embarcação pudesse passar pelo arquipélago ilesa.

Léonide Massine as Amoun in "Cleopatra," 1920.A origem do nome

Apesar da forma de golfinho, as ilhas levam o nome Os Galos porque também de acordo com a mitologia grega arcaica, as sereias eram metade mulher metade pássaro, e não peixe, como acreditamos.

Em 1924, o coreógrafo e bailarino russo Leonide Massine descobriu as ilhas desabitadas quando ainda eram cobertas de ruínas romanas, resquícios de um tempo de glória de um dos maiores impérios que já existiram. Ele as comprou e pediu ao arquiteto Le Corbusier para construir uma bela casa e um teatro, feito a partir de uma torre de vigilância de mais de 200 anos.

leonide massine 2

nureyev 1

Em 89, após sua morte, o bailarino russo Rudolf Nureyev adquiriu-a para criar uma escola de dança, mas faleceu em 1988 deixando a ilha desabitada novamente.

O atual proprietário comprou o arquipélago em 93 por 4 bilhões e oitocentos milhões de liras, aproximadamente 2 milhões e meio de euros. A mansão tem três andares e paredes decoradas com mosaicos turcos e andaluzes, além de finíssimos tapetes Kilim e riquíssimos bronzes da era Anatólica.

Muitos famosos italianos e estrangeiros já se hospedaram na mansão: Franco Zeffirelli, Sofia Loren, Greta Garbo, Anna Magnani, Roberto Rossellini, Aristóteles Onassis e Jacqueline Kennedy, Ingrid Bergman, Lucio Dalla e, mais recentemente, Hillary Clinton.

Os passeios de barco que passam pelas ilhas saem de Positano, uma linda cidadezinha sorrentina na costa Amalfitana.

mergulho li galli 2

Nestes locais, é possível fazer mergulho tanto com snorkel quanto com cilindro. Vale a pena também aproveitar a noite para passear em Positano, da qual falaremos no próximo artigo.

Deixe aqui o seu comentário