Punta Del Diablo: em busca deste lugar alternativo no Uruguai

De Punta Del Este partimos para Punta Del Diablo, passando por La Barra e José Ignácio. Não me pergunte como, mas mesmo com Google Maps e GPS, erramos o caminho…

Fomos parar em uma ruta de terra (ruta 10)  que não dava em lugar algum, ou melhor, que terminava em  uma Laguna. Plof! Sem ponte, sem nada que fizesse a conexão com o outro lado (pelo menos foi isso que o Google Maps indicava), a única maneira de chegar seria a nado.

Mas ninguém estava muito disposto. Quando cheguei, verifiquei que o mapa estava desatualizado e que havia uma ponte, recém-concluída e por sinal muito linda, fazendo essa  ligação.

:: Cidades em que o pôr do sol é uma atração à parte

vaquinhasMas como tudo na vida, nem sempre o que dá errado, dá totalmente errado ou pelo menos, tira-se o lado bom.

A paisagem até chegar aquele ponto era linda, pelo menos pra mim. Vaquinhas simpáticas, malhadas de marrom, açudes e o Oceano Atlântico ao fundo, um perfeito quadro, pintura de… de quem? Bom, olha a vaquinha  aí, pousando para a foto.

Voltamos e retomamos à ruta 9. Chegamos esfomeados em La Paloma, nossa primeira parada programada. Almoço no La Folie. Conhecemos uma das praias e subimos no Farol do Cabo de Santa Maria. Não sei o que você acha, mas quando me perguntam se uma praia é mais ou menos bonita que outra, digo “não existem praias mais ou menos bonitas, existem praias diferentes”, essa, em La Paloma, era assim, diferente!

IMG_6166La-Folie
La Folie

 

DSC_0838FArolStaMaria
Farol Santa Maria

 

IMG_6186EscadariasFArol-Sta-Maria
Escadaria do Farol

 

IMG_6183PraiaLa-Paloma
Vista da praia do Farol de Santa Maria

Enfim chegamos ao nosso destino.

Quando você comenta que vai para o Uruguai, te perguntam se irá para Punta Del Este, Montevidéu ou Colonia de Sacramento, mas duvido que alguém mencione Punta Del Diablo, nem eu tinha ouvido falar antes desse lugar!!! Foi meu professor de francês, un Lyonnais (francês de Lyon), minimalista dos bons, que morou dois  anos no Uruguai, que me “receitou” esse lugar e indicou outros, nas adjacências.

Conhecendo bem mon professeur Benjamin, que adora natureba, camping, mato etc, já imaginava o que iria me esperar por lá e não deu outra, foi exatamente o que encontrei.

:: Roteiro do vinho: as vinícolas mais famosas da América do Sul

Punta Del Diablo equivale a uma Canoa Quebrada no Brasil ou pelo menos, o que eu me lembro dela, já que faz muitos anos que estive lá. As cabeceiras das três praias têm um aspecto que lembra o tridente do diabo, daí a origem do nome.

Untitled-1
Formato do tridente do diabo.

É um pequeno povoado de pescadores, com uma população fixa de 650 habitantes, em sua maioria pescadores e artesões. Do lado fica o Parque Nacional de Santa Teresa e, a cerca de 40 quilômetros de lá, fica o Parque Nacional de Polônio.

Sabe aquele lugar onde não existe luz nas ruelas, chão batido e dá para avistar todas as constelações da nossa e das outras galáxias, é lá.

IMG_6270
Cabanas em Punta Del Diablo #Punta Del Diablo #Uruguai

 

resto-Punta-del-diablo
Resto local

 

IMG_6280livraria
Livraria em Punta Del Diablo

Cabo de Polônio

No dia seguinte fomos ao Cabo de Polônio.  Deixamos o carro em um estacionamento e pegamos uma caminhoneta adaptada para entrar no Parque. Em 20 minutos chega-se a esse um lugar mágico.

DSC_0906
Caminhoneta adaptada para entrar no Parque do Cabo de Polônio #Punta Del Diablo #Uruguai

 

Cabo-Polonio-praia
Praia na chegada ao Cabo de Polonio

 

vila-cabo-de-polonio
Estilo alternativo de Cabo de Polônio

Difícil descrever essa vila, feirinhas, quiosques, cabanas  coloridas, descontração. Só sei que nossa visita foi muito rápida. Se puder, durma uma noite por lá.

Deixe aqui o seu comentário